Realidade feminina: Dupla jornada de trabalho

  1. ” Eu não sou tão triste assim, é que hoje
  2. eu estou cansada.”Clarice Lispector

Para muitas mulheres, esta é uma realidade  de dupla jornada de trabalho ou até mesmo tripla. Existem algumas que gostam e outras já estão cansadas desta rotina. Mesmo que não seja a sua realidade vou mostrar aqui que você pode mudar sua vida para melhor, tendo uma renda extra e tempo para você.  Então preste atenção e leia até o final, isto é claro, se você realmente desejar mudar de vida.

Dupla Jornada de Trabalho

 

Manhã de segunda-feira, e a rotina começa logo cedinho. Cuidar dos filhos, do marido, da casa, levar as crianças para o colégio e correr para o trabalho, e adivinha… Sim, lá vem mais uma semana de jornada dupla e estressante, trabalhando diariamente 8h, às vezes até mais e com horários fixos e rígidos.

Outra situação comum que as mulheres enfrentam é ter que escolher entre a maternidade e o trabalho. Muitas adiam a gestação por anos, pois não sabem como poderão conciliar o trabalho e a gravidez. O que fazer quando a licença maternidade terminar? O coração fica partido só de pensar em ter que ficar o dia inteiro longe do seu bebê, não é mesmo?

Esta é a realidade de muitas mulheres que se sentem sufocadas com a rotina cansativa do dia a dia. Muitas vezes se sentem acuadas, sem ter ou saber o que fazer além de aceitar àquela situação. Eu já vivi esta situação por muito tempo e confesso que vivia entediada, estressada, deprimida e doente.

Identificou-se com este dilema ou pelo menos parte dele? Então continue a leitura porque tenho uma ótima notícia para te dar… E se  eu lhe dissesse que existe sim uma saída?! Isso mesmo!! A tecnologia vem modificando profundamente a vida de todos nós, e não poderia ser diferente com as relações de emprego.

Que tal ter mais qualidade de vida agora?

 

Imagine como seria bom poder trabalhar no conforto de sua casa, sem ter que se estressar com meio de transporte, engarrafamento no trânsito ou ter que passar o dia inteiro realizando um trabalho que não te inspira e nem faz você se sentir realizada?

Muitas empresas no Brasil, principalmente nas capitais, já estão mudando as suas operações para o home office e permitindo que os funcionários trabalhem remotamente. Algumas em tempo integral, outras parcialmente. Esta é uma tendência muito forte, sobretudo entre as empresas de tecnologia e startups, mas aos poucos, organizações de outros segmentos estão aderindo à prática também. Mas calma, se você não reside em grandes centros urbanos, nem atua nestas áreas de tendência, ou simplesmente não esta conseguindo uma colocação no mercado com tal característica, existe outro modo de trabalhar de casa.

Empreendedorismo Digital

 

Já pensou na possibilidade de ter o seu próprio negócio? Neste momento deve estar passando pela sua cabeça pensamentos do tipo: “Como vou montar meu próprio negócio se não posso comprar mercadoria para estocar, nem tenho um espaço para vender, ou realizar atendimentos e muito menos dinheiro para investir na criação de uma empresa”. Calma, muita gente que já alcançou o sucesso também passou por isso. Tiveram que começar do zero, com pouquíssimo ou nenhum capital para investimento. E tudo isso foi possível graças ao chamado “Empreendedorismo digital”.

Você pode começar a empreender hoje mesmo, precisando apenas de acesso à internet e um computador. Isso mesmo, que tal começar a trabalhar com Marketing Digital e mudar de vida?

Se você não tem noção nenhuma de como fazer,  eu já dei algumas dicas aqui. Aprendi muito com o curso “Viver Melhor Agora 2.0”.  O curso é super completo e vai te ajudar a montar seu negócio online.  Saiba mais sobre Marketing Digital.

E aí gostou da dica? Você pode adquirir o curso com um preço mega especial clicando aqui.

 

Curso Viver Melhor Agora da Karyne Otto

 

Você deve estar pensando que eu quero apenas vender o curso. Sim também , mas o principal objetivo de realidadefeminina.com é  mostrar e despertar você a aprender e revelar para o mundo o seu potencial, o seu dom. Através do curso você poderá aprender a montar seu negócio de forma segura e confiável.

Não é fácil mudar, eu sei.  E para mudar é preciso coragem. Se você está ou não satisfeita com sua dupla jornada de trabalho obtenha mais conhecimento e invista em você. Deixe para trás o aparente conforto e arrisque o novo. E para isso é preciso confiar naquilo que ainda não vemos. 

Um abraço,

Eliane Santos.

 

 

Como ser uma mulher empreendedora

Você já é ou quer ser uma empreendedora? As mulheres vêm se libertando, conquistando seu espaço cada vez mais, mostrando que sim, somos capazes, mas ainda são muitos os desafios que temos de enfrentar, no âmbito familiar, no mercado de trabalho, na sociedade como um todo e na esfera do empreendedorismo não é diferente.

Veja algumas dicas de como se tornar uma mulher empreendedora de sucesso

Já notou que naqueles congressos de empreendedores é possível até contabilizar o percentual de mulheres ali presentes? Em diversos outros setores da sociedade, como política, ciências exatas e tecnologia, os homens são a maioria dominante. Mas como mudar esta situação? Antes quero te mostrar que é preciso compreender os principais fatores que contribuem direto ou indiretamente com esta realidade. Mas que não a impede de se tornar uma mulher empreendedora.

Limitações que não a impedem de empreender.

Retenção familiar 

Querendo ou não, muitas mulheres ainda são criadas com a concepção de que foram feitas para servir o lar e que precisam colocar a construção familiar em primeiro lugar, assim, o casamento e os filhos recebem mais importância do que a vida profissional, então, elas acabam abrindo mão dos estudos e da carreira. 

 Já pensou em ter um negócio próprio para ajudar na renda da família?  Então continue lendo que eu vou te ajudar.

 Educação

Muitas mulheres não conseguem nem se quer terminar o ensino médio, esta é a realidade de muitas adolescentes que se casam ou engravidam cedo e precisam se desligar do colégio. Outra questão é a dificuldade da mulher em ter acesso ao ensino superior. Muitas concluem a educação básica, se casam, têm filhos, e se veem submergidas na jornada dupla de ter que trabalhar ao dia e a noite cuidar da casa e dos filhos, enquanto isso, os maridos trabalham durante o dia e à noite podem estudar. Em alguns  casos os maridos fazem este papel.

Mas e você nunca pensou em ter o seu próprio negócio?

Falta de incentivo financeiro

Outro fator que é muito relevante e tem um impacto grande no que tange a questão empreendedora por parte das mulheres, é a falta de investimento.
Quando uma mulher apresenta uma ideia de negócio, existe sim a
possibilidade de que sua ideia seja descartada e que ela não consiga o investimento, simplesmente por conta do seu gênero. Mas não desanime porque estou aqui para mostrar para você que pode  sim, se tornar uma mulher empreendedora.

Fatores emocionais

Graças à produção hormonal, as mulheres tendem a ser mais emotivas que os homens naturalmente, somados a fatores psicológicos oriundos da criação que ela recebeu, muitas acabam desistindo rapidamente, pois se chateiam com mais facilidade e não acreditam no seu potencial. Então, logo vem a insegurança de achar que ela não é capaz. Algumas também se sentem culpadas, pois acham que deviam estar cuidando dos filhos e como resultado, acabam desistindo facilmente, devido o psicológico frágil, se abatem ao esbarrar com os primeiros obstáculos.

E só você pode identificar estes problemas que a impedem de mudar sua vida e se libertar mostrando o seu potencial.

Virando o jogo

Se  você  esta  lendo este  artigo, provavelmente  já  venceu  alguns dos desafios citados anteriormente e, ou já esta empreendendo ou deseja começar.

Neste sentindo, vamos apresentar 3 dicas valiosíssimas para continuar em frente e se tornar uma mulher empreendedora: 

1. Acredite no seu potencial e se torne uma mulher empreendedora:

Principalmente no começo, parece que não vai dar certo, às vezes os resultados não aparecem, e dá aquela vontade de desistir, num é mesmo? Mas saiba que é neste momento que é preciso ser forte, acreditar no seu potencial e persistir.

Trabalhe o seu psicológico, se você mostrar confiança, conseguirá convencer qualquer um a te apoiar e adotar a sua ideia. Se ainda não deu certo, verifique o que você pode estar fazendo errado ou onde pode melhorar.  E acredite que você pode.


Como diria o escritor Mark Twain: 

“Daqui a 20 anos você estará mais decepcionado pelas coisas que você não fez, do que pelas que fez. Então, jogue fora suas amarras, navegue para longe do porto seguro, pegue os ventos em suas velas. Explore, sonha, descubra” 


2. Invista na sua formação:

 

Se seu negócio estiver estagnado ou você ainda não sabe nem por onde começar, busque mais conhecimento, participe de congressos e eventos, leia livros, faça cursos, assista palestras, invista no seu sonho e não desista, pois por mais difícil que possa parecer, se você continuar, alcançará o êxito. Nos próximos post’s irei falar e dar dicas sobre como você pode montar um negócio muito lucrativo em casa trabalhando pela Internet.

3. Planeje, gerencie e controle:

 

Tudo para dar certo necessita de planejamento, gestão e controle. É preciso definir horários, estabelecer metas, se organizar muito bem e saber que o compromisso deve existir e é fundamental para que as coisas fluam.

Planejamento, organização e foco.

Estabeleça uma rotina que englobe você e sua família, se for o caso, e a coloque em prática. Feito isso, gerencie o andar da carruagem e vá sempre controlando, analisando os resultados obtidos, sejam eles positivos ou não, e vá ajustando tudo de acordo os resultados. Se algo esta bom, verifique se dá pra ficar melhor ainda, se algo vai mal, como posso melhorar?  No mais, siga em frente, sempre confiando no “seu taco”.

Um abraço e até o próximo post.

Eliane Santos.